Cobertura fotográfica de casamento | Mauro Capozzi

Cobertura fotográfica de casamento

Cobertura fotográfica de casamento - 1

Num evento que reúne muitos profissionais trabalhando para que tudo saia de acordo com o planejado. Claro que com tantas coisas para serem feitas é preciso redobrar a atenção para que nada saia errado, por isso é importante para quem está organizando um casamento, entender um pouco de como funciona o trabalho de cada um dos profissionais que estão sendo contratados e com a fotografia de casamento isto não é diferente. 

Na verdade, o trabalho do fotógrafo de casamento começa dois ou três meses antes do dia do casamento, com a realização do “pré-wedding” - uma sessão fotográfica do casal - e vai ser concluído cerca de 30 dias após o casamento. 

Na semana que antecede o evento, o fotógrafo vai planejar o que precisa ser feito, identificar que profissional vai ficar responsável por qual parte do registro, separar equipamentos, estudar os descolamentos de um lugar para outro, principalmente, quando a cerimônia e a festa acontecem em locais diferentes.

No dia do casamento, a maior parte de todas as fotografias são feitas de forma espontânea – algumas vezes, sem que as pessoas percebam que estão sendo clicados –, mas o casal não pode esquecer que certos momentos e tipos de fotografias demandam tempo para serem realizadas e por isso é preciso ficar atento na hora da montagem do cronograma para se evitar que registros importantes deixem de serem realizados. 

Talvez o momento mais crítico de todos – e responsável por uma série de aborrecimento – é o momento em que a noiva está se arrumando. Maquiagem, cabelo, vestir a roupa, fotografia, filmagem e deslocamento até o local da cerimônia são pontos que devem ser tratados com atenção.

Todos profissionais precisam se comprometer com o cumprimento dos horários para que tudo possa fluir bem no dia do casamento. Apesar de compreender que imprevistos existem, infelizmente o não cumprimento dos horários pode causar aborrecimentos. Em certas ocasiões, é até possível reverter a situação e todos conseguirem fazer sua parte sem maiores problemas, contudo o atraso de um profissional vai gerar um efeito cascata, atrasando todos os demais. 

Não dá para estabelecer uma regra, pois cada casamento tem suas individualidades, mas alguns momentos merecem atenção especial no dia do casamento:

Cobertura fotográfica de casamento - 3
Cobertura fotográfica de casamento - 4
Cobertura fotográfica de casamento - 5

MAKING OF

Os primeiros registros começam cerca de três horas antes do início da cerimônia. São as fotos dos preparativos: da maquiagem, do penteado, do vestido, dos acessórios e do clima de descontração em meio a toda ansiedade que o momento gera.

O making of do noivo é sempre mais tranquilo, mas o mesmo já não pode ser dito do making of da noiva, pois envolve um número maior de profissionais trabalhando para deixá-la linda e nestas horas, qualquer descuido, pode acabar em grandes atrasos.

RETRATO DA NOIVA

O melhor momento para fazer o retrato e as fotos da noiva, mostrando o tão sonhado vestido de casamento é no final do making-of, pois é o momento que ela está linda. Pronta para o casamento, depois de se preparar por meses, para viver um dos dias mais especiais de sua vida. 

“MINI ENSAIO”

Este é um termo muito usado entre os fotógrafos para designar o momento em que são tiradas fotos do casal juntos, no dia do casamento. Embora não seja regra, costuma acontecer após a cerimônia e antes do início da festa.

FOTOS PROTOCOLARES

Elas são importantes para se ter o registro dos padrinhos, familiares e daquelas pessoas especiais na vida do casal. 

Estas são as fotos que vão ajudar o casal se lembrar das pessoas que estavam lá, como elas estavam se sentindo, principalmente, quando já tiver passado trinta ou quarenta anos que as fotos foram tiradas e algumas pessoas, talvez, já nem morem mais na mesma cidade.

Não se pode esquecer que o número de padrinhos escolhido tem relação direta com o tempo necessário para se fazer as fotos. Quanto maior o número de padrinhos mais tempo é preciso para tirar as fotos de cada um deles, além é claro que é muito mais difícil de reunir todos para as fotos. 

PISTA DE DANÇA

Normalmente, a maior atração da festa. Hora da primeira dança, do brinde, de jogar o buquê entre tantos outros momentos divertidos pensados para mantê-la sempre cheia e divertida. 

Ah... e o principal!  Lembra-se do cronograma, então!!! Hora de por fogo, rasgar, dar um sumiço nele. Depois que a balada começar a única coisa que importa é se divertir. Curta bastante com os seus convidados.

Planejar o dia do casamento para que tudo saia como desejado é fundamental. Faça reunião com os fornecedores, crie um cronograma com tempos que possam obedecidos. Tenha certeza que todos tenham claro o que precisa ser feito e em que espaço de tempo.

Não se esqueça que tudo acontece de uma forma linear. Quando atrasos acontecem, o efeito cascata acaba atropelando tudo e, para evitar mais atrasos, o casal acaba abrindo mão de ter as fotos que sempre sonharam. 

Muitos casais dizem não se importar com esta ou aquela foto ou com o próprio álbum de casamento, mas o fato é que tudo é uma questão de tempo. Com o passar dos anos, as prioridades de vida se alteram e quando isso acontece o arrependimento cobra o preço por não ter feito esta ou aquela foto.

Não ter um retrato ou uma foto de corpo inteiro mostrando o vestido. Abrir mão das fotos protocolares ou do “mini ensaio”, certamente, se tornarão fonte de frustração futuras.

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail