Álbum de casamento | Mauro Capozzi

Álbum de casamento

Álbum de casamento - 1

Com a invenção da fotografia logo surgiu a necessidade de buscar maneiras para organizá-las. Surgiu assim, pouco tempo depois, os álbuns fotográficos.

A evolução nestes quase 200 anos foram muitas. Quem nasceu há 30 anos, certamente, conheceu uma variedade de tipos, começando por aqueles de plástico que eram entregues juntos com as fotos, quando se mandava revelar o filme.

Na fotografia de casamento, caminhou-se para álbuns de fotos que vinham prontos e as fotos eram presas nas páginas de diversas maneiras, com pequenas cantoneiras, folhas magnéticas etc.

A evolução da tecnológica deixou as pessoas, cada vez mais, acostumadas a ver suas fotos em meio digital e fazendo com que elas esqueçam qual é a real importância de um álbum de casamento que é contar a história do casamento.

Ele apresenta as imagens de forma a revelar os detalhes de como tudo aconteceu. Onde e quando foi a celebração. De quem foi o casamento e quem foram as pessoas que estavam presentes, como elas estavam se sentindo. Isso auxilia aquele amigo que não pode estar presente, entender e imaginar como tudo aconteceu.

Por isso, a primeira coisa que tem que ser em mente é que o álbum é uma peça que compõe o casamento e deve ser pensado com todo carinho para que esteja de acordo com os demais itens da decoração e seja mais um elemento que componha o todo de forma deixar a transparecer através de seus elementos devem ter a identidade do casal e refletir o estilo do casamento.

Talvez possa estar se questionando se não pode ter as fotos apenas em meio digital e a minha resposta é não. Está é a pior forma de se ter o registro de um casamento e vou enumerar alguns motivos para se ter um álbum impresso do seu casamento:

Curadoria do Material - Fotos bem escolhidas e organizadas de forma a contar de mais forma mais fácil e agradável tudo o que aconteceu.

Valor histórico - Torna-se uma herança, uma joia da família. O apelo sentimental é maior, basta lembrar que sempre que se fala em fotografia, vem à lembrança os álbuns de casamento dos pais, de quando era criança ou das viagens realizadas.

Requinte - Tem maior valor agregado do que as fotos nas telas dos diversos dispositivos. Ninguém tem paciência para ver centenas de fotos soltas nas telas minúsculas dos dispositivos eletrônicos.

Exclusividade - É personalizado e mexe com os sentidos como visão, tato, olfato e audição.

Acesso Rápido - Está mais facilmente disponível. O acesso não depende da tecnologia.

Segurança - O risco de perda é menor, pois são livres das falhas que acontecem nas formas digitais de armazenamentos.

Durabilidade - Um álbum impresso atravessa gerações.

Como Escolher o Álbum do Seu Casamento

A primeira coisa a resolver é de que material (capa fotográfica, tecido, madeira etc) será o álbum e os acessórios, é preciso definir também o tamanho e formato. Existem muitas possibilidades. Entre as medidas mais solicitadas estão os álbuns quadrados 30x30cm e os horizontais 40x30cm.

Outro ponto que merece atenção são a quantidade de lâminas que o álbum vai ter. 

Uma lâmina é formada de duas páginas, para ficar fácil é só imaginar a folha centrar de uma revista, esta folha ou lâmina é forma de duas páginas. Uma sugestão partilhada entre muitos profissionais é que seu álbum tenha entre 40 a 60 páginas. Desse modo, o manuseio fica mais fácil por conta da espessura e do peso da peça. Claro que esse é um número para você ter como base, mas se preferir alguns modelos de álbum permitem que se tenha mais de 100 páginas.

Vale frisar que se trata de um ponto de partida para facilitar o trabalho do casal. Imagine-se diante de 500 ou 600 fotografia tendo que separar e organizar as imagens de maneira a contar a história do que aconteceu no seu casamento.  

Como a escolha do álbum e das fotos tem se tornado uma tarefa cada vez mais complexa, dada a variedade de possibilidades de modelos, fabricantes e qualidade disponíveis no mercado, o fotógrafo, acaba apresentando uma proposta inicial de diagramação do mesmo, com sugestão do modelo, formato, design e organização inicial das fotos. Tudo pensado deixar o trabalho mais harmônico e personalizado ao gosto dos noivos.

Como Escolher as Fotos do Álbum de Casamento

As fotos são escolhidas e organizadas de maneira a mostrar cada um dos momentos importantes: o making of dos, a cerimonia e festa, o que ajuda na visualização e melhora a experiência de quem está vendo.

Não existe certo ou errado, depende da preferência do casal, mas o ideal é que cada página tenha o menor número de fotos possível. Acredita-se que um número maior de fotografias em cada página deixará seu álbum mais robusto e bonito, mas este é um grande erro. Isso traz uma distração do olhar daquilo que realmente interessa, desvalorizando as fotos.

Para ajudar que você possa entender melhor o processo, compartilho alguns pontos importantes:

QUANTAS FOTOS EU POSSO ESCOLHER?

Um bom parâmetro é trabalhar com a quantidade de imagens igual ao número de páginas escolhidas, com uma pequena variação de fotos para mais em alguns casos. Isto vai gerar uma narrativa leve e agradável.

POSSO COLOCAR MAIS FOTOS POR PÁGINA?

Tudo é possível, mas várias imagens na mesma página, acaba não valorizando nenhuma delas e distraem o olhar daquilo que realmente interessa.

FOTOS DOS PADRINHOS E CONVIDADOS

São muito importantes e por isto elas são entregues em meio digital, mas não acho que sejam necessárias no álbum. Uma ideia que funciona bem é uma foto de cada família.

Pode se pensar num álbum à parte (mais simples e de menor custo) para acomodar somente essas imagens de forma a não sobrecarregar o álbum principal.

FOTOS DE FAMÍLIA

Este é um ponto delicado, mas há de ser fazer uma colocação: família é família (avós, pai, mãe e irmãos). Não se sabe o que pode acontecer no futuro, então pense bem na sua escolha e não se esqueça que o álbum vai durar décadas.

FOTOS DA FESTA

Escolha as pessoas importantes para você e que estejam, digamos, na mesma "vibe" da sua festa.

DICAS DE DIAGRAMAÇÃO

Para escolher as fotos e organizá-las na página é preciso ter noção de do que é o processo de diagramação. Diagramar é a arte ou técnica de distribuir os elementos gráficos numa página, de forma a encontrar o equilíbrio que valorize as informações e proporcione maior conforto visual para o leitor.

Dito isto, vamos a alguns pontos importantes:

Espaços em Branco – Possibilitam descanso aos olhos

Ênfase – Saber Ressaltar o que é importante

Equilíbrio - Sensação de igualdade visual nas formas e cores

Ritmo – Regularidade com que os elementos se repetem

Cor – Deve ser trabalhada para que haja uma harmonia entre as páginas

Fotos em Preto e Branco e Coloridas na mesma lâmina quebram a harmonia.

A confecção de álbum de casamento tem se tornado um diferencial de um fotógrafo, na entrega do trabalho para o casal.  Saber contar a história, escolher o modelo do álbum que combine com o estilo do casamento, definir o tipo do papel que será usado e saber diagramar de uma forma que seja agradável de se olhar tem se torando um desafio cada vez maior para os profissionais da área.

As Etapas do Processo para Confeção do Álbum

1. O casal recebe uma proposta do Álbum em meio digital.

2. Solicita ajustes / alteração das fotos.

3. Aprova a versão final do Álbum.

4. Fotógrafo envia o Álbum para a encadernadora.

5. Em média, a encadernadora demora de 20 a 30 úteis para fazer o álbum.

6. Reunião para entrega do Álbum.

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail